176
22

12 dicas de como fazer uma boa apresentação de slides acessível a todos os públicos

176
22

Você acabou de chegar no auditório, todo pimpão. Pretende fazer uma boa apresentação de slides e uma palestra digna de um Oscar. Verifica o data show, o notebook e o megalomaníaco pré-disposto à se corromper arquivo do PowerPoint que está no pendrive. Tudo nos trinques. O povo começa a chegar, vão se assentando, você começa a pagar um pau pra’quela mina ali do canto, afinal ela sorriu pra você. Agora o seu ânimo está maior ainda. De repente chega uma galera com deficiência visual. Seu coração começa a bater mais forte. Seu ânimo e seu suor estão disputando quem chega mais rápido no chão. Eles perderam para os seus joelhos que tocaram o chão na hora que você começou a rezar para o Mister Magoo te tirar dessa.

Nesse artigo irei mostrar 12 dicas de como fazer uma boa apresentação de slides, ajustando o tamanho e o tipo da fonte para melhor leitura, reduzindo a quantidade de texto no slide, inserindo títulos, melhorando o contraste e muito mais.

Dica 1: Use pouco texto nos slides

Isso é o erro mais comum, deixar o slide com uma pá de texto. Ninguém vai ler essa bodega meu pequeno pelicano. Deixe apenas pequenos tópicos ou palavras-chave que irão te ajudar e organizar a sua fala, servindo como um lembrete.

Dica 2: Não leia o que está escrito no slide

Se for ler o que está escrito, imprima sua apresentação e distribua para o povo que está na plateia. Além de colocar uma pá de texto na tela, você ainda vai ficar lendo esse bagulho?😡

Dica 3: Todo slide deve ter um título

As pessoas saem (fisicamente e mentalmente) da sua apresentação e quando elas voltarem, ter um título no slide vai ajudá-las a se reposicionarem na apresentação. Não deixe essa situação te abater. Depois de um tempo sentado, assistindo uma palestra ou lendo esse texto, a gente começa a pensar nuns barato nada haver. Me veio na mente agora: quanto será que tá custando um pacote de sete dias em Fortaleza?

Dica 4: Apenas uma ideia por slide

Falar no mesmo slide sobre política, invasão alienígena e doce de abóbora pode confundir seu espectador. Eu sei que os aliens inventaram o doce de abóbora e que alguns políticos sabem disso e que…calma aí que tem um cara do FBI aqui!

Dica 5: Regra dos 6

Se possível utilize apenas seis linhas.
Cada linha com seis palavras, mano!
Assim seu slide fica mais objetivo.
Fazendo seu espectador prestar mais atenção.
Viu, não é tão difícil assim!
Apenas três dias escrevendo este trecho.

Dica 6: Imagens e vídeos em slides

Sugiro não inserir imagens e vídeos na vertical. Sei que isso é um tanto quanto preciosismo da minha parte, mas foto na vertical faz o osso femoral alojado no meu umbigo criar várias fissuras. Fotos e vídeos na horizontal e ocupando o máximo de espaço possível na tela me fazem feliz ❤.

Dica 7: Tipo e tamanho da fonte para slide

Evite utilizar mais do que dois tipos de fonte (uma para o título e outra para o texto). O tamanho da fonte para slide não pode ser menor do que 24 pontos. Aumente o tamanho da fonte sempre que possível. Abuse do negrito e evite itálico.

Evite fontes com serifa (aqueles adornos, ou melhor, aquelas frescurinhas nas pontas das letras). Dê preferência a fontes sem serifa, por exemplo, Arial, Arial Black, Verdana e Trebuchet MS. Fontes sem serifa são mais impactantes e mais fáceis de ler de longe.

Como fazer uma boa apresentação de slides para pessoas com deficiência visual

Agora que seus slides estão mais adequados, podemos partir para melhorar a acessibilidade, ou seja, vamos tentar fazer nosso público de pessoas com deficiência visual (baixa visão ou cego) aproveitar melhor seu conteúdo.

Dica 8: Cores contrastantes

Nada mais infalível do que o clássico fundo branco com letras pretas ou vice-versa. Isso ajuda muito pessoas com baixa visão. Eu sei, você quer usar fundo rosa com letra verde, não é mesmo? Então é o caso de testar a combinação que deseja e ver se ela tem um bom contraste. Visite o site Contrast Ratio, preencha o campo background (cor de fundo) e o campo text color (cor do texto) e o site lhe dirá se esta combinação é contrastante ou não. Detalhe: você precisa digitar o nome das cores em inglês ou os códigos que só os caras que manjam de design sabem o que significam.

Dica 9: Descrição de imagens

Sempre que tiver imagens você precisará descrevê-las para que as pessoas com deficiência visual tenham uma ideia do que se trata a parada. Uma boa técnica para descrever algo é tentar responder pelo menos três das seguintes perguntas: O que ou quem? Como? Quando? Onde?

Exemplo de uma descrição de imagem: “…A foto mostra o professor Ricardo, em seu quarto bagunçado, sentado em uma cadeira de frente para o computador. Veste camiseta regata vermelha com desenho da barbie e bermuda preta desbotada da adidas da década de 90 com vários furos e alguns remendos…”

Ainda sobre imagens: No PowerPoint você pode gravar um áudio a parte com sua descrição e inclui-lo no slide para que ele seja reproduzido automaticamente – na transição de slides – ou quando você clicar na imagem.

Dica 10: Som entre os slides:

Quem enxerga, percebe quando você muda de slide. E quem é cego? Talvez fosse o caso de colocar um pequeno som – estilo notificação de celular – para que se saiba quando você trocou de slide. No Youtube tem um monte desses sonzinhos, é só baixar em mp3 e usar. Aff, cê não sabe fazer isso? É só dar uma lida nesse tutorial que tú vai conseguir: Como baixar vídeos do Youtube no formato MP3.

Dica 11: Use um tablet

Uma boa sacada é deixar circular entre as pessoas com deficiência visual um (ou mais) tablets com a sua apresentação. Assim quando surgir uma dúvida, eles poderão consultar o equipamento. Lembrando que a maioria dos tablets de hoje em dia tem muitos recursos de acessibilidade, tais como leitor e ampliador de tela. Só não me apareça com aquele tablet xing ling de R$ 200,00.

Dica 12: Dicas atitudinais (bônus)

Se você é um rebelde sem causa e/ou não vai ter tempo de seguir e preparar essas dicas, tente soluções baseadas em suas ações e atitudes para minimizar a falta de acessibilidade na hora do vamovê. O vamovê que eu falo não é isso que você pensou!

  • Na primeira fileira: Se possível, deixe as pessoas com deficiência visual na primeira fileira. Isso ajudará muito pessoas com baixa visão.
  • Voluntários: Peça para alguém da sua equipe ou da plateia para descrever as imagens e os vídeos para o caso de você não ter se preparado para isso. Deixe assentos vazios na primeira fileira para conseguir intercalar um DV e um voluntário.
  • Fale fora do microfone: Algumas pessoas com deficiência visual, principalmente as cegas, tendem a se posicionar na direção das caixas de som, portanto, ao se apresentar fale um pouco fora do microfone para que estas saibam onde você está posicionado.
Ricardo De Melo
ESCRITO POR

Ricardo De Melo

Web Designer, Especialista em SEO , WordPress, E-commerce, Marketing Digital e Acessibilidade Web. Atualmente, trabalha como Web Designer na instituição LARAMARA. Nessa instituição, também atuou como professor de informática acessível e tecnologias assistivas para pessoas com deficiência visual por 7 anos. Idealizador dos blogs: O AMPLIADOR de ideias e HEINRIC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

22 comentários em “12 dicas de como fazer uma boa apresentação de slides acessível a todos os públicos

  1. · 26 de outubro de 2017 às 23:26

    Olá!

    Passando por esse artigo para rever dicas antes de preparar uma apresentação de slide, preciso preparar uma apresentação acessível para mim mesmo kkkkkkkk.

    Valeu!

  2. · 26 de outubro de 2017 às 03:20

    Ricardo amei suas dicas, muito integente e explicativo com certeza a próxima apresentação estará melhor preparada.

  3. Olá Ricardo.
    Parabéns pelo artigo!
    Ótimas dicas para quem elabora estas apresentações,
    Detalhes técnicos bem sutis e eficazes.
    Valeu.
    Abraços!

  4. Oi, vou seguir as instruções e depois te conto como foi, pois tenho uma apresentação e quero fazer bonito.

    abraço,