TOPO
Publicado na categoriaNotícias

Jovem cria luva que identifica obstáculos e avisa deficientes visuais

Um jovem de Palotina, no oeste do Paraná, está desenvolvendo um protótipo que identifica obstáculos e avisa deficientes visuais. O equipamento é usado na mão e se assemelha a uma luva.

Adonis Araújo de Oliveira, de 21 anos, começou a desenvolver o protótipo há dois anos, durante o trabalho de conclusão do curso de Desenvolvimento de Sistemas. “Eu não queria fazer uma coisa comum, queria fazer algo diferente. Pesquisando, encontrei um dispositivo que auxiliava deficientes visuais, decidi fazer aquilo e implementei algumas mundaças que achei que seriam interessantes para melhorar o projeto”, conta.

A “luva” usa sensores eletrônicos para identificar obstáculos que estiverem acima da cintura da pessoa, porém não substitui o uso de bengala. “Ele emite um sinal no ambiente. Quando esse sinal encontra um objeto ele retorna para o sensor em forma de eco e realiza a emissão de um alerta sonoro de acordo com a distância que está do objeto“, explica o jovem.

O equipamento está sendo testado pelo vizinho de Adonis, o bibliotecário Leandro Furtado. “Eu acho que vai me ajudar bastante. Eu não tenho nem palavras para falar o quanto vai ser útil para os deficientes. Para mim será um espetáculo”, ressalta.

O equipamento está em fase de teste e deve passar, ainda, por alterações. “O próximo passo é deixar menor e melhorar a autonomia da bateria também”, comenta Adonis.

Fonte: G1

«
»

Fique a vontade para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *